Pessoa triste

Podemos definir a depressão como uma doença psiquiátrica crônica e recorrente, que acarreta alteração de humor persistente, acompanhada de sentimentos negativos como tristeza, baixa autoestima, falta de amor próprio e desesperança.

TRISTEZA X DEPRESSÃO

Podemos simplificar dizendo que tristeza, mesmo que profunda, é provocada por um fator ou acontecimento pontual e intenso que provoca muita dor e que tende a ser superada com o tempo.

Já a depressão é uma sensação de tristeza que parece intransponível, dura muito tempo, sem esperança de mudança e que muitas vezes, não se sabe nem o que motivou o momento que está vivendo.

MAS O QUE PODE CAUSAR A DEPRESSÃO?

A Depressão atinge mais de 350 milhões de pessoas no mundo e somente no Brasil, mais de 10% da população sofreu ou sofre de depressão; não distingue classe social ou faixa etária e pode ocorrer em qualquer fase da vida.

Estudos apontam que a Depressão pode ter causas genéticas e biológicas, como uma disfunção no cérebro, ou psicológicas e ambientais, como traumas de infância, decepção amorosa ou excesso de álcool, drogas e medicamentos.

ALGUNS SINTOMAS DEPRESSIVOS:
  • Sensação de desesperança;
  • Pessimismo persistente;
  • Perda ou aumento de peso;
  • Sensação de inutilidade;
  • Falta de reconhecimento de valor;
  • Dificuldade de concentração;
  • Sensação de vazio;
  • Sentimento de culpa;
  • Diminuição de energia;
  • Pensamentos e idealizações suicidas;
  • Irritabilidade;
  • Agitação ou apatia;
  • Alteração na libido;
  • Agressividade e
  • Somatizações físicas como dores no corpo e problemas intestinais.

SINTO-ME TRISTE, SERÁ QUE ESTOU COM DEPRESSÃO?

Quando sensações como a desesperança e tristeza profunda persistem por muito tempo somada à percepção de perda de interesse por coisas que antes traziam prazer, pode ser a hora de procurar ajuda profissional a fim de avaliar um possível diagnóstico.

Pessoa chorando e recebendo apoio
DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Como já dito, o diagnóstico da depressão é clínico e baseado na análise dos sintomas descritos.

Pacientes com depressão precisam ser acompanhados periodicamente. Casos mais leves são tratados com psicoterapia e casos mais graves, além da psicoterapia, tem-se a necessidade do uso de medicamentos antidepressivos.

ATENÇÃO
  • Nunca faça uso de antidepressivos porque um conhecido indicou; o medicamento que faz bem a ele talvez não tenha o mesmo efeito em você.
  • O medicamento leva um certo tempo pra fazer efeito, em média duas semanas, tenha paciência.
  • Depressão apesar de ser uma realidade mundial, ocorre de maneira individual, ou seja, cada pessoa sente sua própria dor e seu tratamento também não pode ser baseado na experiência do outro.

RECOMENDAÇÕES

Quanto antes a depressão for diagnosticada, mais fácil será o retorno à vida saudável. Se estiver sentindo por algum tempo os sintomas descritos no texto, procure ajuda, dívida sua angústia com um profissional que confie, não tenha vergonha. A depressão é uma doença e não falta de responsabilidade ou loucura.

Infelizmente, fazer uso de medicamentos ainda é encarado como um tabu por algumas pessoas, mas tenha em mente que o medicamento usado de maneira correta tem consequências positivas.

E se tiver um amigo ou familiar passando por esse momento, tenha empatia, acolha, apoie para que procure ajuda, você pode ser fundamental nessa melhora.

Se interessou pelo artigo?

Compartilhe com seus amigos. E se decidir fazer terapia, procure a Buscoterapia.

Você que é Psicólogo ou Psicanalista e quer viver de terapia, venha para a Buscoterapia e conheça todas as vantagens que oferecemos, além dos pacientes que estão disponíveis e esperando por você.